Limpeza natural e consciente

Limpeza natural e consciente

No meu primeiro texto para a Broto Design, que foi sobre Biocosméticos, eu fiz uma introdução sobre como os produtos químicos sintéticos, com os quais estamos em contato diariamente, podem afetar negativamente a nossa saúde e a saúde do planeta. Lembro-me de ter comentado que minha missão aqui era tirar vocês da zona de conforto, mostrar a verdade por trás de algumas ações com os quais estamos tão acostumados, que não questionamos se seriam a opção mais correta e saudável. A partir de agora, não mais denominarei se algo é saudável para nós, para os animais ou para o meio ambiente, afinal isso é muito redundante, pois ao ter consciência que somos a natureza, que não existe separação ou hierarquia entre o homem e o resto do planeta, percebemos que se o uso de certo produto é prejudicial ao ambiente, este também será tóxico para nós e para os demais animais. Lembre-se de que não há separação, somos tomos um.

O tema do texto de hoje é limpeza consciente – e se é consciente, também é natural, ou seja, evita o despejo de produtos químicos poluentes no meio ambiente e também protege você e sua família de alergias, asma e demais problemas respiratórios,  distúrbios hormonais, dermatites e até mesmo câncer. E acredite, os produtos e truques da limpeza natural são eficientes e bem econômicos. Todos saem ganhando nesse “jogo”.

De maneira similar com o que acontece quando o assunto é cosmético e produto de higiene pessoal, a indústria e o mercado nos enchem de opções variadas e rotulam certos produtos para cada canto da casa ou para diferentes tipos de roupa. Será que precisamos disso tudo? Precisamos nos entupir de toxinas para deixar nossa casa limpinha e “cheirosa”? O que é casa “cheirosa”? Precisamos desses odores sintéticos e hiper fortes que são um dos principais causadores de asma e alergias? Sabiam que esses cheirinhos causam danos ao nosso pulmão tanto quanto a nicotina? Pegando um gancho no meu último texto (aqui), vamos descomercializar nosso olfato e nos permitir apreciar os aromas naturais.

A EWG (Environmental World Group) faz um estudo minucioso e sério, alertando para o mal que os produtos de limpeza causam em nossa saúde, principalmente em bebês, crianças e fetos. Já notaram que as crianças da nova geração têm muito mais problemas respiratórios que as crianças do início da década de 1980 para trás? O que mudou na nossa sociedade para estimular esses problemas de saúde dos pequenos? Veja a quantidade de produtos de limpeza que você usa em casa e tente lembrar como sua avó cuidava da casa dela. A resposta você já sabe, não é?

Uma avaliação feita pela EWG, na qual estudaram cerca de 2 mil produtos de limpeza, identificou em 438 deles ao menos um produto químico em que a AOEC (Association of Occupational and Environmental Clinics) já reconhece como causador de asma. Tais químicos são tão fortes que ultrapassam a placenta e causam danos nos pulmões, ainda em formação, dos fetos, bem como nos bebês e crianças que carecem de maiores cuidados. Portanto, os fetos de mamães que utilizam produtos de limpeza correm o risco de nascer com a capacidade respiratória comprometida.

Um estudo entre 10 países com mais de 3.500 indivíduos, que estavam inicialmente livres de asma, descobriu que, depois de nove anos, aqueles que usavam sprays de limpeza pelo menos uma vez por semana para limpar suas casas tinham um risco aumentado em 30 a 50% de desenvolver asma durante o período do estudo (Zock 2007). A equipe da pesquisa estimou que, com o amplo uso de produtos de limpeza em spray e o alto nível de risco de asma, um em cada sete casos de asma em adultos poderia ser atribuído ao uso desses produtos (Zock 2007).

Os produtos de limpeza também são associados a problemas hormonais e do sistema reprodutivo. O bórax e o ácido bórico, que são usados em detergentes, sabões de limpeza e em agentes de branqueamento, são considerados tóxicos, pela União Europeia, para o sistema reprodutivo humano (ECHA 2011). Tanto que homens que trabalham em fábricas produtoras de ácido bórico têm um risco maior de diminuir a contagem de espermatozoides e a libido. Já as mulheres apresentam ovulação e fertilidade reduzidas.

A União Europeia suspeita que o Éter Monometílico de Dietilenoglicol, um solvente encontrado em alguns limpadores e desengordurantes para serviços pesados, prejudica a fertilidade e o feto em desenvolvimento (ECHA 2011). Sendo assim, proibiu essencialmente o seu uso em produtos de limpeza (EU 2008). Outros produtos químicos da família do Glicol Éter também têm sido associados à diminuição da fertilidade e a toxicidade reprodutiva (EPA 2000; NTP 2000).

Muitos componentes dos produtos de limpeza podem liberar o 1-4 Dioxano, que é um composto orgânico volátil considerado como possível cancerígeno em humanos. Mesmo já possuindo evidências suficientes em testes com animais (EPA 2010), este composto ainda é encontrado em muitas fórmulas de produtos de limpeza, além de cosméticos e produtos de higiene pessoal.

Acredito que, se chegou até aqui na leitura, você já tenha mudado sua percepção acerca dos produtos de limpeza e, a partir de agora, você terá mais preocupação ao limpar a casa, lavar louça e roupas. Você provavelmente está pensando em como continuar a fazer tais tarefas tão corriqueiras de modo seguro.

Agora entra a parte divertida! Pois, se não for divertido, não é sustentável!

Com uma pequena lista de ingredientes bem fáceis (e baratos) de achar no mercado, você poderá produzir seus produtos de limpeza seguros e eficientes (com garantia da minha Mami que é a louca da limpeza e aprovou todos os produtos)!

Esquadrão da limpeza:

* Sabão de coco em barra (leia os ingredientes e dê preferência aos sem branqueador óptico e sequestrante);

* Bicarbonato de sódio;

* Carbonato de sódio;

* Álcool;

* Vinagre de Álcool;

* Cascas de frutas cítricas (limão, laranja, tangerina);

* Capim ou ervas aromáticas (capim limão, citronela, alecrim);

* Condimentos (cravo, canela);

* Óleos essenciais (totalmente opcional).

Prontinho! Com esse esquadrão acima você estará armad@ e protegid@ para fazer uma limpeza natural e segura.

Não parece fácil? Tirando os óleos essências, que são bem opcionais mesmo, o restante é muito fácil de achar e, como prometido, são ingredientes bem acessíveis.

Como usar:

Sabão Líquido Multiuso da Cristal Muniz:

Essa receita maravilhosa que darei a seguir é da Cristal Muniz (Um Ano Sem Lixo) e é muito especial, pois rende horrores e você pode usar na máquina de lavar roupas, substituindo o detergente de cozinha, para limpeza do fogão, para limpar banheiros ou até o chão da casa toda.

Você vai precisar de: água, sabão de coco em barra, bicarbonato de sódio, álcool e óleo essencial (este último é opcional).

Coloque 3 litros de água para ferver numa panela grande.

Rale 1 barra (aproximadamente 200 gramas) de sabão de coco.

Quando a água estiver fervendo você adiciona o sabão ralado e mexa delicadamente para ele se dissolver.

Desligue o fogo.

Adicione 50 ml de álcool.

Adicione 3 colheres de sopa de Bicarbonato de Sódio.

Nessa hora mexa devagar. A solução vai borbulhar devido a reação do Bicarbonato com o Álcool.

Aguarde esfriar para adicionar 5 ml de óleo essencial de sua preferência (capim limão, citronela, alecrim, limão, laranja doce).

Envase seu Sabão Líquido Multiuso em embalagens antigas que eu sei que você guardou (vamos reaproveitar as embalagens de plástico!).

Agora o seu produto está pronto para uso!

Caso você não queira usar o óleo essencial, afinal isso vai encarecer bastante a sua receita, eu tenho uma opção tão boa quanto.

Tintura alcoólica:

Fazer uma tintura alcoólica é um ótimo artifício para extrair as propriedades de plantas aromáticas de maneira caseira e econômica. Para entender melhor os processos de extração das propriedades das ervas, leia esse texto aqui.

Ao ter uma tintura de cascas de limão, por exemplo, ou até um mix de cascas de cítricos, você poderá substituir o álcool da receita do Sabão Líquido Multiuso pela mesma quantidade da tintura. Dessa forma, teremos um sabão com aroma e as propriedades desinfetantes e antissépticas do limão sem precisar gastar com a compra do seu óleo essencial.

Desinfetante de limão:

Agora que você já preparou a sua tintura de cascas de limão, você poderá preparar um desinfetante para fazer aquela limpeza mais pesada no fogão, desengordurar panelas, limpar vidros, janelas, espelhos…

Para isso, você só precisa diluir a tintura em água na proporção de 1 (de tintura) para 2 (de água).

Para usar em espelho eu prefiro adicionar mais água.

E para limpar aquela panela bem gordurosa, você pode salpicar um pouco de bicarbonato de sódio na panela, jogar seu desinfetante, aguardar que a reação ocorra (vai espumar) e então prosseguir com a limpeza. Você verá que nunca foi tão fácil desengordurar uma panela.

Sabão em pó para máquina de lavar:

Caso você não se adapte com o Sabão Líquido Multiuso para usar na máquina de lavar, você pode preparar uma versão em pó (também retirado do site da Cristal Muniz).

Para isso você precisará de:

100 gr de sabão de coco em barra ralado (ou processado).

100 a 150 gr de bicarbonato de sódio.

100 a 150 gr de carbonato de sódio.

Misture tudo e guarde em um pote.

Amaciante de roupas:

Essa receita é de deixar qualquer um perplexo, afinal é tão simples que nem merece ser chamada de receita.

O melhor amaciante de roupas natural da face da Terra é o Vinagre de Álcool. Pasmem!

Qualquer vinagre tem o poder de amaciar as fibras das roupas, mas o vinagre de álcool (branco) é o mais indicado, pois evita manchas. Adicione o vinagre durante o ciclo de enxague da máquina e fique despreocupada, pois suas roupas não ficarão com cheiro de vinagre. Caso você faça questão de ter um aroma nas roupas, pode adicionar algumas gotinhas de óleo essencial junto ao vinagre.

Aromatizador de ambiente / roupas:

Abuse da sua criatividade e faça tinturas alcoólicas com as plantas aromáticas que citei anteriormente, misture 2 partes da tintura com 1 de água em um pote com válvula spray e use da forma que preferir.

As cascas de cítricos são ótimos desinfetantes.

Os capins como citronela e capim-limão são repelentes de insetos, assim como o cravo.

Tente uma tintura de cascas de laranja, canela em pau e botões de cravo para ter um perfume único na sua cozinha.

E ainda experimente fazer uma tintura de lavanda e perfume seu quarto e guarda roupa.

Brinque de perfumista e siga sua intuição e gosto para criar a sinergia de aromas de sua preferência.

Ufa! Reconheço que foi muita informação. Por isso fiquem à vontade para perguntar e tirar qualquer dúvida que pode vir a surgir.

Testem tudo em casa e nos contem como foi sua experiência.

Rapidamente, com o tempo e a prática, você ficará mais familiarizad@ com cada preparo e eles serão feitos com mais agilidade (apesar de ser tudo bem facinho de reproduzir).

Com todas essas dicas, poderemos fazer nossas tarefas de limpeza sem nos preocupar com intoxicação, doenças e poluição.

Fontes de pesquisa/conhecimento:

Environmental Working Group

AOEC (Association of Occupational and Environmental Clinics). 2012. Asthmagen compilation – AEOC exposures codes

ECHA (European Chemicals Agency). 2011. Classification and Labeling Inventory Database

EPA (U.S. Environmental Protection Agency). 2000. Glycol Ethers Hazard Summary: U.S. Environmental Protection Agency, Air Toxics Division. January 2000.

EPA (U.S. Environmental Protection Agency). 2010. Toxicological Review of 1,4-Dioxane (CAS No. 123-91-1) in Support of Summary Information on the Integrated Risk Information System (IRIS). U.S. Environmental Protection Agency. August 2010.

European Union. 2008. Decision No 1348/2008/EC of the European Parliament and of the Council of 16 December 2008 amending Council Directive 76/769/EEC as regards restrictions on the marketing and use of 2-(2- methoxyethoxy)ethanol, 2-(2-butoxyethoxy)ethanol, methylenediphenyl diisocyanate, cyclohexane and ammonium nitrate. Published in the Official Journal of the European Union, L 348, on December 24, 2008.

NTP (National Toxicology Program). 2000. NTP Toxicology and Carcinogenesis Studies 2-Butoxyethanol (CAS NO. 111-76-2) in F344/N Rats and B6C3F1 Mice (Inhalation Studies). National Toxicology Program technical report series 484: 1-290.

Por Favor Menos Lixo, por Karin Dreyer

Um Ano Sem Lixo, por Cristal Muniz

Causa Justa TV – Limpeza Consciente

O Grande Manual da Aromaterapia. Dominique Baudoux. Belo Horizonte: Editora Laszlo, 2018.

Charlene Andrade

Como uma autêntica geminiana, a curiosidade é o que me move. Engenheira mecânica de formação, venho atravessando um processo de transição e renascimento, a partir do qual floresceram a vegetariana, a permacultora, a pesquisadora em agricultura sustentável e ambiental e a produtora de cosméticos naturais. Sentindo que era necessário partilhar esse belo caminho, recentemente dei vida, literalmente, a uma das minhas paixões e criei a Vida Biocosméticos, espaço dedicado ao mundo da cosmética artesanal em respeito ao meio ambiente, aos animais, ao comércio justo, à saúde do nosso corpo e de Gaia – Mãe Terra.


Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: