Filme: Capitão Fantástico

Não é sempre que se vê a indústria do entretenimento americana produzir um filme que critique tão abertamente o American Dream, com seu consumismo exagerado e irrefletido, e, indo além, aborde temas como desescolarização e auto aperfeiçoamento moral.

Capitão Fantástico, ao contrário do que sugere o título, não é sobre um super-herói idealizado. Nele é narrada a história de um viúvo e seus 6 filhos, que vivem numa floresta isolada e passam os dias aprendendo de maneira intensa e muito disciplinada tudo o que contribui para a criação de um ser humano completo, extraordinário. Isso inclui caça, plantio, leitura, música, artes em geral, política e economia, pra falar do essencial. Todas as lições são ministradas pelo pai, que, por ser capaz de reunir e dominar tantas informações de diferentes esferas da vida, justifica seu codinome e dá título ao filme.

Shoppings, lojas de departamento, redes de fast food, a escola convencional e seu esquema de ensino datado e até as comemorações natalinas são, direta ou indiretamente, alfinetadas em vários pontos do roteiro. Impossível assistir ao filme e não questionar como tocamos nossos dias e, afinal, para onde estamos indo como humanidade.

Thiago e eu assistimos ao filme no cinema e lembro de termos saído da sessão com um desejo urgente de chacoalharmos nossas rotinas e assumirmos o controle do que consumimos e do que absorvemos como informação em primeira mão. Afinal, se dedicar à investigação de nós mesmos em corpo e alma, buscar informação de qualidade e saber utilizá-la com sabedoria e sobriedade aplanam o caminho que leva à verdadeira liberdade.

Filmaço! Quem não viu, veja assim que puder.

Adonis Carvalho

Escrevo uns rabiscos desde que me lancei na aventura de procurar me entender neste mundo, prática que me fez sobreviver aos intervalos tediosos das aulas de Cálculo na Faculdade de Engenharia. Vi toda minha vida se transformar desde que decidi dar o primeiro tímido passo rumo a uma dieta alimentar saudável.Meu interesse pela culinária natural é uma reação aos sustos que tomava quando passei a ler com atenção os rótulos dos ultra processados multicoloridos dos supermercados.Acredito na força e na beleza da vida e amo profunda e verdadeiramente este planeta Terra.

Um comentário em “Filme: Capitão Fantástico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: