Crepe vegano de cogumelos

Crepe vegano de cogumelos

Lá nos primórdios da nossa trajetória, quando ainda morávamos no Rio, uma vez fomos a um restaurante em Copacabana especializado em crepes. Na verdade, especializado nos melhores crepes que já tinha comido na vida. Chama-se Le Blé Noir, e seu nome faz menção ao trigo-sarraceno (negro), utilizado na massa dos crepes.

O trigo-sarraceno não contém glúten e apresenta maior percentual de proteínas do que o arroz, o trigo comum e o milho. Além disso, é dotado de componentes que, entre outros benefícios, fortalecem os músculos, os vasos sanguíneos e o sistema imunológico.

No início do mês resolvi finalmente fazer uma compra on-line na Zona Cerealista e aproveitei para incluir na cesta vários temperos e farinhas diferentonas, entre elas a farinha de trigo sarraceno. Aí Thiago, que têm boa memória e excelentes lances de oportunismo, sugeriu que fizéssemos a nossa versão vegana do crepe do Le Blé Noir.

A receita e o resultado você confere a seguir :-).

MASSA

Ingredientes:

¾ de xícara de farinha de trigo-sarraceno

1 ½ xícara de água

1 colher (sopa) de linhaça

1 colher (sopa) de óleo vegetal

½ colher (chá) de fermento químico

Como fazer:

  1. Triture as sementes de linhaça no liquidificador (ou utilize a farinha de linhaça)
  2. Numa tigela, misture a linhaça triturada e o trigo
  3. Adicione o óleo vegetal e a água e misture bem até obter uma massa homogênea
  4. Adicione o fermento, incorporando-o levemente à massa
  5. Aqueça um fio de azeite numa frigideira e, mantendo fogo médio, adicione a massa (dica: atente para não colocar muita massa para o crepe ficar fininho e crocante)
  6. Quando a parte de cima estiver seca, vire a massa com a ajuda de uma escumadeira e deixe dourar

RECHEIO

Ingredientes:

200 g de cogumelos (de preferência Portobello ou Paris)

Leite de aveia (receita a seguir)

3 dentes de alho picados

Azeite

Sal

Shoyu

Temperos a gosto

Como fazer:

  1. Leite de aveia: no liquidificador, adicione 1 xícara de aveia e 3 xícaras de água. Processe bem e depois passe numa peneira ou voil. Reserve o leite.
  2. Refogue o alho em azeite, adicione os cogumelos e os demais temperos
  3. Adicione o leite de aveia e vá mexendo até engrossar e adquirir consistência de creme

Este é uma sugestão de recheio, mas é claro que as possibilidades são infinitas, inclusive com opções doces. Agora é só rechear os crepes e ser feliz.

As quantidades desta receita renderam 4 crepes grandes e suculentos como este da foto.

Adonis Carvalho

Escrevo uns rabiscos desde que me lancei na aventura de procurar me entender neste mundo, prática que me fez sobreviver aos intervalos tediosos das aulas de Cálculo na Faculdade de Engenharia. Vi toda minha vida se transformar desde que decidi dar o primeiro tímido passo rumo a uma dieta alimentar saudável. Meu interesse pela culinária natural é uma reação aos sustos que tomava quando passei a ler com atenção os rótulos dos ultra processados multicoloridos dos supermercados. Acredito na força e na beleza da vida e amo profunda e verdadeiramente este planeta Terra.


Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: